sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

A carta de Lula para ele mesmo.

Eu fui demais.
Nunca antes neste país houve um presidente tão capaz, tão efetivo em agregar os vários partidos em volta do PT.
Fiz a presidente,
Fiz o PAC, e fiz sim 1 milhão de casas,
Esse país não exixtia antes, Eu o fiz aparecer e reaparecer para o mundo.
Eu fui chamado de O cara pelo Obama. O Sarkozi me ama, é meu amigão, vou sempre ligar para ele.
O Chavez também é amigão, é que só eu, o Dirceu e o Genoíno sabemos que ele é boa gente, o Castro também é bacana, tentei fazer aqui o que ele fez em Cuba, fiz bem.
83% da população me ama, não entendo como os outros ricos e preconceituosos não me amam tanto, devem todos ser puxa-sacos do Fernando Henrique.
Na verdade eu estou escrevendo essa carta para mim mesmo aqui do meu Palácio da Alvorada, aqui da minha mesa que presenciou tanto ato meu para esse povo todo.
O Bolsa-Família é meu, eu que criei, O luz para todos é Meu, eu que criei. Tem gente que diz que isso já existia, que eu apenas mudei o nome, é mentira!! isso é meu!
Adorei a idéia do Gabrielli de mudar o nome da plataforma de Tupi para Lula, esse cara é demais, por isso eu mandei a Dilma mantê-lo na Petrobrás. Manter também o Mântega na Fazenda, ela vai precisar desse garoto.
Eu fiz o Brasil se tornar um país de quase primeiro mundo, só não deu ainda pq não tive tempo, se eu tivesse mais 4 ou 8 anos EU iria conseguir, até tentei mudar a Constituição mas não deu não, esses advogados e Ministros não sabem de nada da vida, são uns burgueses mesmo.
Adorei viajar pelo mundo e ser em todas as situações o centro das atenções. Esses presidentes dos países do primeiro mundo devem muito a mim, pois EU tirei o mundo da crise.
Eu estou feliz por todos acreditarem em MIM, EU não sabia de nada daquele mensalão. O Dirceu me disse que era para deixar essas coisas com ele, eu deixei. Ele mandou eu deixar as coisas agora também com ele já que a Dilma vai ser presidente, eu vou deixar.
Eu fiz o PIB desse país crescer, se dependesse desses empresários o Brasil quebrava, EU é que tive as melhores idéias para o desenvolvimento deles.
EU estou triste de ir, na verdade não queria ter que passar a faixa para a Dilma, ela nunca será igual a MIM, EU sou o melhor presidente que o Brasil teve e terá, vou falar com a Marisa, eu volto em 2014, vou ser ainda melhor do que fui.
Estou orgulhoso dos meus filhos, são geniais, eu sabia que eles iam chegar lá, são empresários mesmo, fazendeiros mesmo e pecuaristas mesmo. Agora os dois montaram uma holding para administrar todas as empresas deles, eu estou emocionado e sempre disse para a Marisa que eles chegariam lá, chegaram e vão fazer muito mais.
Eu deixei o Brasil preparado para o futuro, se os aeroportos, como dizem esses jornalistas burgueses estão totalmente sem infraestrutura para o futuro, ou a malha viária está toda destruída, ou os portos estão ineficientes e cheios de corruptos, ou se a dívida interna é a maior da história não foi culpa minha, é de algum desses incompetentes que não entenderam o que EU mandei fazer e se EU não disse deveriam ter feito pois eu estava fazendo alguma coisa mais importante.
EU sou mesmo o maior presidente da história, serei lembrado sempre como o semi alfabetizado metalúrgico que deu pau em tudo que é intelectual e empresário.
Alguns banqueiros eu gosto mesmo, são gente boa, alguns empreiteiros também.
Não quero acabar de escrever essa carta, tenho certeza que se eu mostrar para o Franklin Martins ele vai gostar tanto que pedirá para eu escrever mais e fará um livro para ser distribuído no Brasil todo.
Eu sou demais, a Dilma não será lá aquelas coisas se comparada a mim, mas fazer o quê? EU sou um só.
Vou me preparar para a festa de fim de ano, será a melhor que um governo já fez, e a amanhã quando eu passar a faixa para a Dilma (droga!), será a maior festa do mundo que este mundo já viu.
EU sou demais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visitantes Globais