segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Hoje é dia 13. O Fabinho faz 13 anos. Muita sorte.


Hoje é dia 13. Fazem 13 anos que o Fábio, meu filho do meio nasceu. Muito 13 dá sorte. Eu tenho sorte de tê-lo ao meu lado.

O Fábio é o filho do meio. Muita gente diz que o filho do meio é sempre diferente, graças à Deus, trilha seu caminho e tem seus objetivos.

Achei uma poesia, é bem legal e vai primeiro para o Fabinho depois para todos os filhos do meio.


O Filho do Meio
Assim tão bonito... e ninguém me adula!

Não sou o primogênito, nem sou o caçula.

Não sou o primeiro, tampouco, o terceiro.

Sou filho do meio e, de graça, sou cheio

Do tal sanduíche, sou só o recheio.

Mas...digo a verdade e ganho a aposta: sempre é do recheio que todos mais gostam!


Do livro Olhos Espertos De Maria da Graça Almeida


Parabéns filhão, agradeço à Deus por ter vc aqui, no meio, da gente.

Um comentário:

  1. Fabinho é uma pessoa muito especial, um filho de ouro.

    ResponderExcluir

Visitantes Globais